Menu fechado

Tia Neiva não é Neiva Chaves Zelaya

Um ponto que, no nosso entender, causa ampla confusão diz respeito à identidade de tia Neiva. É comum que os médiuns da corporação, simpatizantes ou pesquisadores utilizem “Neiva Chaves Zelaya” quando querem se referir à missionária. Grande equívoco. “Neiva Chaves Zelaya” foi a cidadã, portadora de RG, CPF, que, como todo brasileiro, tem direitos e deveres a cumprir. Utilizamos o verbo no passado (foi) porque ela nem existe mais. A cidadã morreu. Neiva Chavez Zelaya desencarnou em 15 de novembro de 1985.

Quando falamos em Tia Neiva – Koatay 108 referimo-nos à missionária. E a missionária não tem sobrenome. Nenhum deles teve, senhores e senhoras. Jesus pertencia a uma família. No entanto, é Jesus de Nazaré. Paulo era de Tarso; Francisco de Assis. João, o evangelista. Mesmo Chico Xavier pedia que o chamassem simplesmente de Chico e só acrescentou informalmente “Xavier” ao seu nome a pedido do pai. O mesmo sucede com tia Neiva. Ela é tia Neiva – Koatay 108 e não Neiva Chaves Zelaya.

Mas a própria tia Neiva sabia dessa linha tênue. Consciente de suas responsabilidade, e, mais ainda, consciente de que na lhe pertencia, sempre assinava como Tia Neiva, e não Neiva Chaves Zelaya. Ou seja, no seu fazer mediúnico-doutrinário, tia Neiva não tinha sobrenome. Diplomas, cartas, mensagens, autorizações, plaquinhas, enfim: em todo esse mateiral, durante tantos anos de sacerdócio, nunca houve uma assinatura “Neiva Chaves Zelaya”. Sempre foi “Tia Neiva”. Desde algum tempo viemos tentando discutir esta linguagem utilizada por tantas figuras de destaque no Vale do Amanhecer. Não são poucos os que se referem à tia Neiva como Neiva Chaves Zelaya. Tal prática, entretanto, é uma personificação tola. Tia Neiva – Koatay 108 é a missionária. Neiva Chaves Zelaya é a cidadã. Ela mesma explica:


Salve Deus! Meu Filho e meu irmão, tenhas esta cartinha como um despertar do seu Sacerdócio. Digo coisas nesta carta redigida por sua mãe Clarividente em Cristo Jesus. Mestre! Herdeiro deste amanhecer! Ainda não tirastes os velhos ressentimentos, e com palavras estás colocando mais terra em seu Coração. O Sacerdócio é Amor, tolerância e humildade. Ser portador de sua mãe clarividente não é algo difícil. Porém, lembre-se dela e terás forças para seguir. Por que todo este acervo que te cerca? O dia que alguém for tratado diferente, fugirão todos. Filho, não há mal nenhum na nossa Doutrina, o Homem do Sertão fazer seu Templo no estilo do Templo Mãe, e ou a Doutrina que a sua trouxe para a Terra. Nome Imortal! TIA NEIVA! KOATAY 108!

Tia Neiva, Vale do Amanhecer, 14 de agosto de 1984.


Por óbvio, senhores e senhoras, aqueles que tentam impingir a cidadã Neiva Chaves Zelaya por sobre a missionária Tia Neiva – Koatay 108 têm seus interesses. Respeitamos tal postura, mas negamo-nos a participar de tal expediente.


Publicado em:A Doutrina do Amanhecer sob a égide do financismo

Tópicos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir bate-papo
Olá! Como podemos ajudá-lo?